Esses cachorrinhos foram separados por 10 meses e o reencontro emocionou a todos


Será que os cachorros se lembram de seus irmão de ninhada? Afinal, juntos eles nasceram cegos, juntos tatearam por leite, juntos abriram os olhinhos e deram os primeiros passos, juntos descobriram o poder de seu faro, viveram mini-aventuras e sempre dormiam amontoados. Será que ainda conseguem se lembrar?

Não sei se todos, mas Rosie e Monty com certeza sim. Libby Pincher, uma moça do Reino Unido, nos conta a história. Seu irmão, Dave, que vive com o pai, foi levar o Rosie, da raça cockapoo pra passear, como sempre faz. E então ele notou que outro cão da raça cockapoo vinha pela rua. O nome deste outro cão é Monty, uma versão branca de Rosie.


Os dois já se interessaram muito um pelo outro à distância, e ambos os donos que os levavam nas coleiras acharam que eles iriam cheirar um ao outro, como cachorros normalmente fazem. Mas ao invés disso, ambos apoiaram as patas no ombro do outro reciprocamente, se olharam nos olhos, e deram um caloroso abraço.

A irmã de Dave recebeu a história e as fotos pelo seu pai, e compartilhou-as no Twitter. De acordo com ela, Dave e o dono do outro cachorro começaram a conversar pra ver se encontravam algum motivo pra estranha e bonita interação entre os bichos, e descobriram que pegaram seus cachorros da mesma raça na mesma época e no mesmo lugar: ou seja, Rosie e Monty são da mesma família!


O abraço foi tão fofo que rendeu quase 1 milhão de likes no Twitter pra Libby:

Mas você pode achar que isso é só um chat falso feito pra obter likes nas redes sociais. Pra tirar qualquer dúvida, o site Dodo foi atrás da história pra entrevistar os envolvidos e o mais legal é que eles obtiveram uma foto dos dois juntos ainda bebezinhos:

A ninhada nasceu em junho do de 2019, e foram seis filhotes. Susan Killip, a dona da cadela que deu a ninhada, comentou que Rosie e Monty sempre estavam juntos. Uns amigos de Susan adotaram Rosie, e outros amigos adotaram Monty, mas embora Susan fosse a conexão comum entre eles, os primeiros amigos não conheciam os segundos amigos.


Susan afirma ter achado maravilhoso que eles tenham se lembrado um do outro e mantido o mesmo afeto ainda que não tenham se visto por 10 meses. Ambas as famílias garantiram ao site que vão levar os dois pra passearem juntos frequentemente.

Fonte: Ovelhas Voadoras


Redação

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *