Conheça esse museu submerso que vai te deixar sem fôlego


Nada supera a beleza, a variedade, e o mundo de cores e vidas que o oceano, apesar do devastador impacto da ação humana, nos oferece. E se o fundo do mar é, portanto, metaforicamente o maior museu do planeta, porque não tornar tal metáfora em algo real? Localizado em uma das mais impactantes “obras de arte” que o mar já criou e expôs, o primeiro museu subaquático do planeta fica localizado na Grande Barreira de Corais, a imensa faixa na Austrália reunindo 2.900 recifes, 600 ilhas continentais, 300 atóis ao longo de 2.200 quilômetros de comprimento – e agora um museu.

Nomeado como Museum Of Underwater Art, ou Museu de Arte Subaquática, o local se encontra a cerca de 18 metros de profundidade, em uma estrutura de 64 toneladas e 12 metros de diâmetro construída pelo escultor Jason deClaires Taylor, para receber 20 estátuas representando estudantes estudando justamente os corais da barreira. Intitulada Coral Greenhouse, essa primeira exposição também inclui três esculturas representando a flora local, como árvores de eucalipto e outras árvores típicas da região. As esculturas foram feitas em aço não corrosivo com pH neutro e componentes que ajudam a saúde da barreira.

“Quando falamos de recifes, estamos falando do que deixaremos para as gerações mais jovens”, disse Taylor. “Eu também quero encorajar mais jovens à ciência marina e a explorar e compreender o mundo subaquático”, completou. A exposição já estava pronta para ser inaugurada em abril, mas a pandemia adiou a cerimônia de abertura do museu. No momento, mergulhadores podem visitar o museu pegando carona em um dos barcos que saem da Marina John Brewer Reef, localizado a duas horas da costa de Townsville, para visitar o primeiro museu de arte subaquática do planeta, e também o maior museu de todos: a própria barreira.





Fonte: Hypness – imagem: Museum Of Underwater Art/Instagram


Redação

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *