Elefante cansada pede para que voluntária coloque seu filho para dormir, veja o vídeo


A fundação Salve os Elefantes resgata elefantes asiáticos que moravam em criadouros, e os coloca em lugares onde podem viver livremente, mas com certa ajuda de humanos, já que, como não nasceram na selva, não conseguem se virar sozinhos.

Como eram elefantes que viviam em cativeiro e foram resgatados, eles estão acostumados com a presença de humanos e não fazem mal a ninguém Por esse motivo, o lugar, que fica na Tailândia, sempre é visitado por turistas, que, contribuindo para a fundação, podem passar um dia ao lado dos elefantes.


 A fundadora do lugar, Lek Chailert, também trabalha por lá como todos os outros voluntários, além de cuidar das funções administrativas que permitem o bom funcionamento do lugar. Em certo dia, ela conversava com alguns visitantes quando de repente foi interrompida.

Se tratava de Faamai, uma das elefantes que vivem por lá. Ela tinha um assunto urgente pra tratar com Lek. Era tão urgente que Faamai empurra os visitantes (de leve, sem machucá-los), e começa a levar gentilmente a Lek pra algum lugar.

Afinal, do que se tratava? Em alguns aspectos, as mamães-elefantes sofrem problemas que as mamães-humanas também sofrem. O filho da Faamai, chamado Thong Ae, não estava querendo dormir.


Era hora da soneca da tarde dele, mas o moleque não parar de pular e correr e dar cambalhota. Faamai não tinha mais paciência. Ela cantaria uma música de ninar, mas elefantes não sabem cantar. Então ela lembrou que Lek sabe cantar, e por isso, encontrou a solução para os seus problemas. Não foi a primeira vez que Lek teve que fazer o Thong Ae dormir.

A mãe coloca Lek na frente de Thong Ae e fica observando, e então Lek se senta no chão e começa a cantar. Thong resiste aos encantos um pouco, mas logo tomba no chão e cai em um sono profundo. Sempre é assim. A familiaridade da fundadora com os elefantes ajudados chamou a atenção, e o vídeo chegou a 1.400.000 visualizações no Youtube.


Isso porque muitas vezes desconfiamos de certas instituições, que por de trás dos panos maltratam animais enquanto recebem dinheiro pra ajudá-los. Vendo a impressionante amizade da mamãe-elefante com a Lek, fica impossível pensar essas coisas.

Fonte: Ovelhas Voadoras


Redação

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *